este é o meu bloco de notas numa aventura asiática

quarta-feira, maio 04, 2005

na minha alegre casinha

Os japoneses são conhecidos por miniturizarem tudo. Tudo poder ser mais pequeno e compactado é uma missão/obsessão nacional.
Um dos expoentes dessa missão é a minha casa. Em cerca de 15 m2 conseguiram enfiar para além de uma cama, uma escrivaninha, uma estante e um armário, uma cozinha e uma casa de banho.
A casa de banho tem 1 m2 (80x120cm). A cozinha tem no mesmo espaço um bico de fogão, um lavatório, uma coisa que se chama frigorífico mas que nos hoteis se chama mini-bar, um espaço para detergentes e afins e outro para enlatados, loiça etc...
Como devem calcular exige um controlo espartano do dia-a-dia. Não dá para comprar muita comida e não dá para cozinhar muito, nem muito depressa.
Os mais pragmáticos diriam que é uma questão de economia. Outros relembrarão Corbusier com o seu Modulor...
Eu acho que faz parte de um plano para nos converter à Filosofia Zen e pelo caminho tornar-nos em pessoas muito fashion. Toda a gente sabe que a new wave é abdicarmos das posses materiais, Viver-Mais-Com-Menos, Minimalisto-É-Que-É, De-Qualquer-Maneira-o-Sushi-Tem-Que-Ser-Comido-No-Próprio-Dia e que os japoneses são os primeiros em qualquer onda fashion.
It's a Wonderful Life!

2 Comments:

Anonymous ru said...

Que divertido! Parece um Wc de comboio!
Uma invenção japonesa que me fascina é a banheira vertical, uma espécie de cuba em madeira, onde se tomam banhos de imersão na posição de sentado (como se fosse à mesa), e com água pelos ombros. Para além de ocupar muito menos espaço na casa de banho, a posição é bastante mais social. O senão é não se poder dormir no banho, o que é pena!

2:33 da tarde

 
Blogger Angela said...

Condensação ao máximo, aproveitamento. Less é mesmo more?

8:51 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home