este é o meu bloco de notas numa aventura asiática

sexta-feira, janeiro 14, 2005

long way from...

Viver afastado não é fácil. No fundo não sou diferente daqueles portugueses que partem para os países estrangeiros em busca dum futuro mais radioso, uma oportunidade para ganhar dinheiro e sustentar a família “lá na terra”. Sou estudante o que faz de mim uma priveligiada, tenho uma bolsa e nem sequer tenho que trabalhar nem sustentar ninguém, faço parte duma elite muito sortuda. Mas o que me levou a sair é a mesma motivação, a procura de um futuro mais risonho que o que me prometiam em Portugal.

No entanto a minha vida era mais confortável em Portugal. E isso assusta-me... é tão fácil acomodarmo-nos à vidinha, ao emprego das 9 as 7, café com os amigos, sair ao fim de semana... acabar o curso, arranjar emprego, um carro, casar, uma casa, e, assim que possível, filhos... No alarms and no surprises.
Talvez seja naive achar que o meu futuro risonho passa por um país estrangeiro, mas apesar de não estar asfaltada esta estrada que escolhi parece-me ter umas vistas mais interessantes... Talvez me estampe na próxima curva, talvez até chegue a algum paraíso.
Talvez engula as minhas próprias palavras e descubra o prazer dos empregos das 9 as 7... E seja feliz.
Onde quer que isto vá acabar o melhor é mesmo aproveitar a viagem!

1 Comments:

Anonymous Ricardo Ucha said...

Hei, em Portugal não há só essa vidinha das 9 às 7!

11:00 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home